Prêmio de Participação

 

 

PARTICIPANTES:

 

Socorro Lima Dantas

Tânia Sueli Oliveira

Tarcísio R. Costa

Luiza Soares Benício

Marcial Salaverry

Borbollettah Sandra Regina

Oscar Néstor Galan

 

 

 

ESTAÇÕES DO NOSSO AMOR

Socorro Lima Dantas
 
 

Quando aflora a primavera,
o pensamento atinge a minha alma
penso em nosso amor,
na certeza de tua chegada !
É sempre assim...
O perfume das flores anuncia o teu regresso:
É a estação das flores !
É o tempo do amor.

Ah, o verão !
Período em que mais fitamos as estrelas,
noite iluminada,
 detemos o tempo,
juntinhos... abraçados...
contamos no céu todas elas.
E naquele firmamento de azul intenso,
esquecemos o tempo,
que nos aborda com uma  chuva de estrelas,
embaraçando o nosso ser !
Abraçados, declaramos o nosso amor,
e selecionamos a nossa:
 a estrela mais brilhante de todas !
Bem próxima da lua , que está a nos guardar.
 
Nosso outono....
Como não lembrar esta estação ?!
Quando o sol brilha mais forte,
Acalentando ainda mais o nosso amor,
Eu te oferto o meu sorriso, o meu carinho,
a minha face e o meu afeto..
Tu, a  me jurar amor eterno,
presente apenas o nosso amor !
 
Como são lindos os novos invernos !
Tu acendes ainda mais a nossa paixão,
abraças-me tão forte,.
comparando-se a um adeus !
Imaginas uma despedida ?!
Afasto a tua incerteza... tua tristeza rapidamente,
para vivermos um amor só nosso,
afinal, começamos a nossa história
naquela primavera...
 que reservamos em nossa vida, eternamente !
 
A nossa história nas estações,
 da nossa paixão...
da suavidade do nosso amor,
das juras secretas:
Eu teria a ti...  Tu terias a mim...
Teríamos todas as estações !
 Para lembrar o nosso começo,
que jamais  teria um fim !
 
Viveremos uma eterna estação!
Eu e tu seríamos sempre nós
em todas as estações.
Afinal, elas seriam
As estações do nosso amor !
 
 
Recife/PE

11/07/2006

 

 

ESTAÇÕES DO AMOR !!!
Tânia Sueli Oliveira

 

PRIMAVERA
com flores, romantismo,
carinhos tão gostosos ,
sentindo o perfume
em cada gesto !!!

VERÃO
com sol bem quentinho,
sentindo o calor de seus braços,
e me refrescando em seu olhar
que tanto diz...sem nada falar !

OUTONO
com ventos e folhas mais secas,
sentindo calor e ouvindo bem forte
as batidas de nossos corações
em cada encontro, reencontro !

INVERNO
com ventinho gelado, sol tímido
e sentindo vontade de voar,
correr em sua direção
e permanecer no calor de seus abraços !

Marília-SP/Brasil
28/09/2008

 

 

 

ESTAÇÕES DO NOSSO AMOR

Tarcísio R. Costa

 

Como tudo o que parte,

o inverno deixa as suas marcas de saudade...

Nele, também, se tem amor...

Também pulsam os corações.

É a época de preparação para receber,

em festa, a primavera,

a estação do amor.

 

A Primavera colore os sonhos.

Até a natureza parece sonhar...

As plantas se enfeitam,

como sem fossem amar.

 

Os bosques enchem-se de borboletas coloridas,

 que saracoteiam animadas a bailar...

 

A Primavera e a estação da amenidade...

Fica entre o inverno de tardes tristes que dão saudades...

E o verão quente das alegrias e da vida dos amores.

A primavera traz para o nosso enlevo,

Sonhos dourados, suaves como as flores

 

E traz saudades do amor

Que marcou os nossos sonhos vividos

 em outras primaveras...

Quem me dera que o meu amor voltasse,

Para juntos  vivermos novos sonhos de primavera.

 

Brasília/DF

03/10/2008

 

 

 

AS ESTAÇÕES DO ANO

Luiza Soares Benício

 

 

O inverno é bem farcejo

Desejado no sertão

É garantia de vida

É fartura, é ganha pão!

 

A primavera é mais querida

Porque faz menos calor!

É uma estação tranqüila

Tem muito cheiro de flor!

 

No verão, vamos á praia

Animados picniques

Coincidem feriados

Fim de ano ! Alegria!

 

No outono, muitos ventos

Sopram de todos os lados

Caem folhas,  e  rebentos

Pássaros p’ra todo lado!

 

Recife/PE

08/10/2008

 

 

AS QUATRO  ESTAÇÕES DO AMOR

Marcial Salaverry

 

 

Em cada uma das quatro Estações,

o amor nos provoca novas sensações...

No verão, o exercício do amor,

traz para o corpo muito calor...

Então, que tal numa bela banheira,

nossos corpos nus enroscados,

perdidos em carinhos apaixonados...

A água quase fria, traz uma sensação excitante,

tornando o amor mais delirante...

Na primavera, um campo florido,

nosso amor fica mais colorido...

Nossos corpos nus misturados à folhagem,

levando-nos em inesquecível viagem...

Os odores de nossos amores,

misturados ao perfume das flores,

despertam mais nossos instintos amorosos,

levando-nos a prazeres deliciosos...

No outono, colhemos os frutos do pecado,

trocando um beijo apaixonado,

amamo-nos, saboreando das frutas a delícia,

e do amor, desfrutamos toda nossa malícia...

É da vida, a estação mais saborosa,

onde a vida fica mais gostosa...

Sabemos o sabor da fruta degustar,

conhecendo tudo sobre como bem amar...

No inverno, sob as cobertas... nos esquentamos

quando nossas pernas entrelaçamos,

e nos perdemos nos movimentos do amor,

livrando-nos rapidamente do cobertor,

tendo apenas de nossos corpos o calor...

Depois do amor consumado,

continuamos enroscados

trocando carinhos apaixonados,

e dormimos nus em gostoso abraço,

curtindo do amor o cansaço...

 

 

ESTAÇÕES DO NOSSO AMOR

Borbollettah Sandra Regina

 

 

O outono vai passar

as folhas das árvores vão cair

juntos vamos continuar a sorrir.

O inverno logo vai chegar

o sol vai parar de brilhar

nosso amor continuará no lado esquerdo do peito.

A primavera chegará

trazendo brilho ao nosso olhar

nada vai nos separar.

Quando o verão vier

não deixaremos de sonhar

olhar, tocar, o coração escutar.

 

18/01/2008

 

 

Encuéntrame en primavera

Oscar Néstor Galan


 

Ansiosamente deseo que me encuentres
para ser, contigo, un retoño de primavera.
Aunque no sepas todavía de mi existencia
me reconocerás, en tu saber lo entenderás
 
Pues respiro el aire que contigo comparto.
Lo sabrás aunque no me conozcas aún.
Como si sólo lo hiciera una vez, existo
y muriese como  si fueran cien.
 
Encarno el aire que respiras también,
en tu voz  soy el aliento en que se carga.
Colmará mi espíritu tu tranquilidad,
para ser conmigo uno al encontrarme.
 
Si no encontraras, amiga, te  comento
saldré en tu búsqueda como sol amanecido.
Apartaré las estrellas que nos separen
para cantarle a esa brisa que te halle.
 
 

La Plata/Buenos Aires/Argentina

19/01/2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

 Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas
Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007 -Última atualização: 12.11.2012
Webdesigner: Sonia Orsiolli