Prêmio de Participação

 

PARTICIPANTES:

 

 

Socorro Lima Dantas

Fátima Mello [fofinha]

Malu Mourão

Naidaterra

Anna Peralva

Margaret Pelicano

Guida Linhares

Yeda Soares Chiviacowsky

Marcial Salaverry

Beki Bassan

Analuz Sangiorgi

Clara da Costa

Ilze Soares

Kedma O’liver

Raquel Caminha (Lindinha)

Adélia Mateus

Helô Abreu

Maria Luiza Bonini

Luiza Benício

Zenaide Giovinazzo

Maria Thereza Neves

Madzia Salazar

Tãnia Sueli Oliveira

Lairton Trovão de Andrade

Efigênia Coutinho

Tarcísio Ribeiro Costa

Ilda Maria Costa Brasil

Nilda Dias Tavares

Tobias Tres

Victória Falavigna

Lucas Cozza Bruno

Vanessa Menezes Burgueño

João Pretto Cavalcanti

Augusto Marques

Diva Helena da Silva Fontana

Carla Alexandra Ezarqui
Luciane Fernandes Rodrigues
Ana Paula Costa Brasil

José Ramos

Susana Custódio

 José Ernesto Ferraresso

 Ana Teresinha Drumond Machado

Marilda de Almeida

 Marina Bernal

 Lúcio Reis

Clicia Pavan

Tânia Regina da Silva Guimarães

Priscila de Lureiro Coelho

WalterBRios

Camila Lima Dantas

Lucia Amberget

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Socorro Lima Dantas

 

 

Ah, meu coração de poeta !
guardião fiel das horas devaneadas...
dos anseios acolhidos,
das dores e dos amores vividos !
 
Recife/PE
06/062007

 


 

MEU CORAÇÃO POETA

Fatima Mello

[fofinha]

Ah, meu coração poeta!
que em prosa ou rima, coloca no papel,
os anseios, delírios e  as dores
de corações e almas apaixonadas!

Bagé/RS
15/08/08

 

 

Meu Coração de Poeta 
Malu Mourão

 

Ah, meu coração de poeta!
Guarda os segredos da vida,
Sendo do amor o  estafeta,

Fez da poesia  guarida.

 

Ipu/Ceará

15/08/2008

 

 

CORAÇÃO DE POETA

Naidaterra

 

É o jardim do céu,

a pérola do mar

e o melhor doce... o mel...

Só sabe amar e amar...

 

 

Meu Coração Poeta

Anna Peralva

 

É poeta meu coração sonhador!

Num imenso canteiro de versos

desafia o tempo inconfesso;

sempre cultiva sementes de amor!

 

RJ-17/08/2008

 

 

CORAÇÃO DE POETA

Margaret Pelicano

 

 

Ah ! coração abençoado,

que vive das aventuras e da lida

és pérola, brilhante, rubi, soldalita,

cura-te calmo do passado!...

Brasília - 17/08/2008

 

 

UM CORAÇÃO POETA

Guida Linhares

 

Que vive sempre sonhando,

com a paz, o amor e a alegria.

Mas tem vezes que chorando,

se perde em sua própria fantasia.

 

Santos/SP/Brasil

17/08/08

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Yeda Soares Chiviacowsky

 

 

Ah, meu lindo coração!

Como é doce o teu pulsar!

Apesar dos desencantos,

Tu me ensinaste a amar.

 

Pelotas/RS

17/08/2008

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Marcial Salaverry

 

Procura a rima certa,

e se não acerta o rumo,

com o amor se acerta,

e encontra o prumo...

 

 

MEU CORAÇÃO POETA

Beki Bassan

 

Quando não encontro

a rima certa.

Ouço a voz do coração

E os portões se abrem

 

 

Meu coração

Analuz Sangiorgi

 

Esse coração, meu,

não necessita de temas.

Faz-se poeta, todo tempo,

almejando razões...

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Clara da Costa

 

Nas entrelinhas da poesia

meu coração de poeta,

sente toda a beleza e magia

no esconderijo da alma...

  

 

Meu coração de Poeta

Ilze Soares

 

 

Se encanta com cada beleza,

sofre com qualquer tristeza...

Expressa seus sentimentos

em poesias, a cada momento...

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA
Kedma O'liver


Meu coração de poeta
Vive sempre a sonhar
Descreve o que sente
Vida, sonhar e amar
 
 

 

CORAÇÃO DE POETA

Raquel Caminha

(Lindinha)

 

Meu coração de poeta é teimoso!

Brinca com a rima e troca as letras,

para se dá bem, mas sempre termina naquele

vai e vem, e no “eu só vou se você for”.

  

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Adelia Mateus

 

Ah, meu coração de poeta!

Brilha com o cintilar das estrelas,

dança ao som da melodia,

sonha com a felicidade,

sorri para o amor,

eternamente apaixonado..

 

17/08/2008

 

 

Meu coração de poeta

Helô Abreu

 

Pobre coração o meu

Envelhece e tece-se em poesia

independente de vontade minha

nela vive mergulhado, sem calmaria

poesia pura,

existindo antes e além de qualquer tempo.

As vezes é viração, brisa que refresca mas asfixia

outras é aço cortante, palavras secas e ásperas

Será que no esforço de me fazer entender

deixei escorrer a acridade, a tristeza do meu ser,

e meu verso quer queria doce

não conhece o compasso de um adágio?

E no meu pobre coração de poeta

o  meu verso se faz nu

na economia das palavras

faz doer a verdade

e não traz lágrimas quando a ternura se derrama.

No meu coração ..açúcar-cande

doçura compacta...cristal repleto de energia

meu verso se faz reto

as palavras são o que dizem ser

As vezes é chuva forte levando o calor do dia

outras frescor de brisa que abranda

mas não sufoca o calor

que oprime meu pobre coração

de poeta  de palavras pobre....

 

18/08/2008

 

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Maria Luiza Bonini

 

Insensato, calado imprudente

Diz nas entrelinhas de meus versos

Pulsando cadente e de forma ardente

Tudo o que tenho de mais secreto

 

SP, 18.08.08

 

 

Ah, meu coração poeta

Luiza Benício

 

 

Ah! Coração poeta

que queres nos ensinar?

tua alma está tão quieta!

tens algo a nos declarar ?

 

Recife/PE

18/08/2008

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA!
Zenaide Giovinazzo
 
 
Um coração de menina
padecendo ante o sofrimento alheio,
amando as flores e os animais
e  renascendo inquieto a cada anseio...
 
SP/ 18/ 08/ 08
 

 
 Ah coração poeta  !
Maria Thereza Neves
 
Que todas emoções guarda
mesmo quando sangra entranhas
ao mar se lança,vence abismos
voando poesias da alma nua!
 
19/08/08
 

 
MEU CORAÇÃO DE POETA
Madzia Salazar
 
 
Diz que devo fazer amor com as palavras,
Pegar na mão e sair correndo mundo afora
Sorrindo, versejando, cantando, brincando, envaidecida
com a vida, nesse agora, em busca da liberdade...
 
Santa Maria/RS
21/08/2008
 

 
MEU CORAÇÃO DE POETA
Tãnia Sueli Oliveira


Não sou apenas palavras,
versos , rimas, mas coração !
Sentimentos ,sensibilidade,
sonhos, esperanças, emoção !

Marília-SP/Brasil
23/08/2008
 

 
MEU CORAÇÃO DE POETA
Lairton Trovão de Andrade
 
 
Meu coração de poeta
é feliz e quer o bem;
vê,  no amor, a sua meta,
pois só isso lhe convém.
 
23/08/2008
 

 
MEU CORAÇÃO POETA
Efigênia Coutinho
 
 
Quem pode deixar de sentir
sua nobreza? Dia e noite,
dói-me sua soledade, de quem se vê só!
Mas eu o Amo, eternamente Poeta!
 
Balneário Camboriú
Agosto 2008.
 
 

 
MEU CORAÇÃO DE POETA
Tarcísio R. Costa
 
 
O meu coração de poeta
Vive carregado de ansiedades...
Qual um esmerado e zeloso esteta
Procuro nos versos a minha verdade.
 
 

 

Meu coração de poeta
Ilda Maria Costa Brasil
 
 
... propaga ao mundo que
o orvalho, para as crianças,
são gotinhas mágicas
que aparecem, à noite, nas plantas,
para as fazerem brilhar.
Meu coração de poeta
propaga ao mundo que
o orvalho, para os apaixonados,
são pedras preciosas,
nas quais vêem refletido
todo o seu amor.
Meu coração de poeta
propaga ao mundo que
o orvalho, para os velhinhos,
são lembranças especiais,
que lhes permitem rever
o filme da vida.
Meu coração de poeta
propaga ao mundo que
o orvalho são frutos
do trabalho árduo dos anjos,
que tudo fazem para manter
a união entre os homens.
 
Porto Alegre - RS
24/08/2008
 


Coração de poeta
Nilda Dias Tavares
 

A minh'alma sonhadora e inquieta
abriga um coração combalido,
a procura de um abrigo,
sem rumo e sem qualquer meta!
Segue cínico,  perdido,
excitante, ardente e atrevido...
Assim, é o meu coração de poeta!
 
Rio de Janeiro – RJ
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
Tobias Tres
 

... reforça-me a idéia
de que as letras constroem a alma
da pessoa que lê bastante,
pois ela pega
o gosto pela leitura
e fica por dentro de tudo
que está acontecendo no mundo.
Isso representa evolução
e construção da alma e da vida.
 
Porto Alegre – RS
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
Victória Falavigna
 
 
... vive a cantarolar que a vida
é uma grande magia
onde rir, brincar,
pular e dançar
são importantes
e muito lindos.
A vida é um encantador luar
que nos ilumina
e nos faz felizes e tri legal!.
 
Porto Alegre – RS
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
Lucas Cozza Bruno
 
 
... transpassa-me a idéia
de cheguei, neste momento,
ao mundo da Ilusão
como um dia cheguei
ao mundo das Gotinhas Mágicas.
Oh, preciso ser rápido,
pois a ilusão pode acordar:
“Lá vem a minha amada
como uma lua brilhante,
uma moeda dourada,
cantando e louvando o amor.
Dá-me a mão, abraça-me
e finge
que a noite
não tem fim.”
Meu coração de poeta
tem uma essência
refrescante de poesia;
um perfume de flores;
um mistério de sonhos;
um ir e vir de emoções.
 
Porto Alegre – RS
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
Vanessa Menezes Burgueño
 
 
... me diz que a vida
é uma criança alegre
que corre pelo jardim
radiante e sonhadora;
... uma grandiosa festa
cheia de alegrias
que faz corações
palpitarem e transbordarem;
... lágrimas dolentes
que escorrem em rostos
entristecidos e magoados;
... bons sentimentos
que enobrecem
os seres humanos;
... a natureza,
ficando cada vez mais
fascinante e entusiasta;
... flores coloridas,
nascendo na primavera
e caindo no outono.
... o frio chegando
e anunciando que o inverno
é uma estação caótica para
aqueles que vivem nas ruas.
... o calor do verão
enchendo-nos de emoções,
aventuras e badalações.
 
Porto Alegre – RS
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
João Pretto Cavalcanti
 
 
... lembrou-me que o futebol
leva a sociedade a sonhar com títulos;
a idolatrar jogadores;
a vibrar com cada conquista;
a sofrer com as derrotas.
 
Meu coração de poeta
... lembrou-me que o futebol
leva a sociedade a alegria e a tristeza,
a surpresa e a vitória,
ao susto e a vitória
já que o futebol
é uma das paixões dos homens.
 
Porto Alegre – RS
24/08/2008
 

 
Meu coração de poeta
Augusto Marques


... diz que a minha vida é
repleta de surpresas.
Deus, poesia, criatividade, eu;
elos constantes
de muitos olhares.
A poeta faz uma folha branca,
num lugar qualquer
e em muitos momentos,
ganhar vida.
Deus deu-me o dom de criar,
pintar e desenhar.
Certamente espera de mim,
a construção de uma obra digna
e respeitosa,
que ajude na evolução
de bons caminhos.



Meu coração de poeta...
Diva Helena da Silva Fontana


... deu-me um toque de Amor.
Ouço o amor.
Da janela sinto a suavidade
de seu toque,
numa melodia harmônica;
porém, indecifrável,
que toca de leve a minha alma
e faz meu coração bater mais forte.
O tempo de chuva se faz
dia ensolarado
e aumenta a vontade de estar perto.
Oh, meu coração de poeta,
se essa música
soubesse o quanto mexe comigo,
entenderia o que sinto.
Um dia hei de olhar o infinito,
junto daquele que me encanta
e, talvez, a incompreensão,
que me fere,
faça-me sorrir
perto de meu grande amor.

Restinga Seca - RS


 
Oh, Meu Coração de Poeta
Carla Alexandra Ezarqui


Essa ansiedade atormenta,
domina-me e me faz
perder o controle.
Às vezes, penso estar louca.

Minha inquietude é mais forte
que as minhas próprias
vontades.

Tudo parece dar errado.
Quero gritar, correr,
fugir, desaparecer...

Oh, Meu Coração de Poeta,
peço tão pouco.
Por que então é extremamente
difícil, quase impossível,
tornar-se realidade
o desejado encontro.

Por enquanto, deixarei o brilho do sol
iluminar minha vida
e aquecer-me neste instante
gélido de angústia.

Borborema - SP



Meu coração de poeta
Luciane Fernandes Rodrigues


Inspirou-me
este poema para minha avó:

"Cem anos!
Deus, quem diria!
Cem anos não são cem dias...
Dias difíceis? Anos difíceis!

Mundo machista, Maria,
Aquele em que tu cresceste
Não fizeste escolhas...
Foste escolhida menina!

Sempre guerreira, Maria,
Devia ficar calada!
Com teu trabalho gritavas,
Mostravas o teu valor.

Lutava com tua enxada
A terra arava com folga
Alimentava teus filhos
Com teu suor e amor

Filhos, Maria, foram poucos...
Criaste-os com sacrifício
Alguns, choraste bem cedo.
Triste, cedo ficaste!

Mas tu, Marica, és flor!
Flor centenária... Que glória!
O nome dela é Maria,
Sábia, Maria da Glória!

E tua missão qual é?
- Mostrar àqueles que amo
Que ninguém é coisa alguma.
Um pássaro tem mais valor!

Amou? - Não sei ao certo!
Chorou? - Muitas vezes, confesso!
Lamentou? - Ora, para quê?

És pássaro ou linda flor?
- Sou pássaro que não quer partir!
- Sou flor que não quer murchar!

Centenária, brava...
Bravo, Maria!
Cem anos não são cem dias!"

Obrigada, Meu Coração de Poeta!

Salto do Jacuí - RS


Meu coração de poeta
Ana Paula Costa Brasil

... murmurou-me, meu amor,
que quero te amar...
para todo o sempre;
abraçar-te
e sentir tua alma,
eternamente;
sentir-te... tê-lo...
viver o amor
que temos um pelo outro,
que ainda teremos
e que tanto desejamos.
Oh amor,
tu me fazes sentir viva,
tu me fazes ter vida
e me fazes querer... querer...
Meu coração de poeta,
também disse-me
que o ter para todo e sempre
e amá-lo eternamente
não são sonhos
e sim a mais bela aspiração
e a mais doce melodia.
 
Santana do Parnaíba - SP


 
MEU CORAÇÃO DE POETA
José Ramos
 
Meu coração de poeta bate acelerado,
procura ritmo num velho estro enviesado!
Antes de eu morrer, relê os meus escritos...
Versos rudes de cepa directa na terra bravia!
 
Palavras mais palavras, talvez mil gritos,
enraizados em socalcos de xisto sem enxertia.
 

 
MEU CORAÇÃO DE POETA
Susana Custódio
 
 
Escrevo inquietantes palavras
Toda eu sou encanto e sedução
No papel escrevo as minhas lavras
 
Em forma de liras de pura ilusão
Místicas como águas brotadas
Ao som de uma linda canção
 
Percorro os céus feita borboleta
Com este meu coração de poeta
 
SINTRA – PORTUGAL
24 de Agosto de 2008

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

José Ernesto Ferraresso

 

 

Revela mistérios através dos versos,

Com rimas, ritmos e versificação.

Palavras encaixadas, contexto diversos,

Que esse coração discorre nossa emoção.

 

Serra Negra

24/08/08

 

 

Coração de Poeta

Ana Teresinha Drumond Machado

 

Coração de Poeta

é vulcão em erupção:

se aquece, solta lavas

ante pequena emoção.

 

Coração de Poeta

é ativa  rajada de vento:

voa vibra  invita  varre

oculares palavras invisíveis.

 

Coração de Poeta

é ‘iceberg” estriado:

derrete-se o doce gigante

na fragilidade humana.

 

Assim  é o Coração do Poeta:

sol que ilumina, chuva generosa,

cachoeira de água fria,

ventre da noite amorosa.

 

 Alvinópolis/MG

24/08/2008

 

 

 

MEU CORAÇÃO POETA

Marilda de Almeida

 

 

Meu coração poeta

Sofre com a saudade, e ao som de uma

canção sonha, com o amor e a paz, que

roubaste de mim.

 

Sorocaba/SP

24/08/2008

 

 

MEU CORAÇÃO DE POETA

Marina Bernal

 

Meu coração de poeta não se cansa

De relembrar seus beijos

Que somente desta forma

Pode te amar...somente,

De tão longe

Escrevendo deste jeito...

 

25/08/2008

 

 

 

Meu Coração de Poeta

Lúcio Reis

 

 

Consultei a sensibilidade

Agendada pelo meu coração

Fui recepcionado pela alma

No consultório da idade

Estabelecido na cidade

Onde seres com especial diferenciação

Receitam formulas de amor

Plantam carinho em via pública

Crêem na cura para tudo

Bastando sentir a verdade

Que só o querer com sinceridade

È capaz e pode operar

E como nada disso consigo realizar

Cheguei a certeira conclusão

De poeta não é meu coração

 

Belém-Pará

25/08/08

 

Meu coração de poeta !

Clicia Pavan

 

 

Meu coração de poeta,

ave que voa longe

Palpitando dentro do peito meu

 

Meu coração de poeta

Deus te fez triste

No entanto consolas a tristeza

 

Meu coração de poeta

Por que teimas em seguir sozinho?

Se te apunhalou o mundo?

 

Nas lágrimas que caem dos

Meus olhos, sinto-te tão humano

 

Vai meu coração de poeta,

vai palpitando pelo mundo

Tornando mais doce meus desenganos

 

 

 

Meu coração de poeta

Tânia Regina da Silva Guimarães

 

Meu coração de Poeta

viveu todos os tipos de

emoções e sentimentos,

mas encontrou-se na poesia!

 

Porto Alegre - RS

 

 

Meu coração de poeta

Priscila de Loureiro Coelho

 

 

Pulsa, pulsa sem parar

no peito jamais se aquieta

sua sina é poetar.

 

  

 

AH MEU CORAÇÃO POETA

WalterBRios

 

 

Ah meu coração poeta

Nunca é uma metade completa

É discreta quando ama

Quando chama está só

Quando não está só é chama

Não está à lama e ao pó

Está em si e permanece poeta.

 

29/8/2008 19:23

 

 

MEU CORAÇÃO É DE POETA

Camila Lima Dantas

(Acadêmica mirim)

 

 

Meu coração é de poeta,

porque bate forte, quer acelerar,

palavras lindas me faz escrever,

até na hora de brincar

 

Recife/PE

29/08/2008

 

 

 

Meu Coração de Poeta

Lucia Amberget

 

Meu coração de poeta,

liberto, sonhador,

busca as estrelas,

o etéreo,

compondo um poema

para o meu amor.

 

 

 

 

 

 

 

 


Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas
Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007  - Última atualização: 12.11.2012
Webdesigner: Sonia Orsiolli