Prêmio de Participação

 

 

PARTICIPANTES:

 

Socorro Lima Dantas
Yeda Soares Chiviacowsky
Malu Mourão
Iza Mota
Marcial Salaverry
Deth Haak “A Poetisa dos Ventos”
Helô Abreu
Alfredo Mendes
Teresa David
Carlos Assis
Nilda Dias Tavares
Maria da Fonseca.
Maurélio Machado
Zenaide Giovinazzo
Lairton Trovão de Andrade
Tânia Sueli Oliveira
Naidaterra
Marilda de Almeida

Luiza Soares Benício

Ilda Maria Costa Brasil

Tarcisio Ribeiro Costa

Marlene Vieira Aragão

Raquel Caminha (Lindinha)

MRegina MRibeiro

Marina Bernal

Madzia Salazar

 Priscila de Loureiro Coelho

 José Ernesto Ferraresso

 Maria Thereza Neves
 Cássia Vicente

Brasilino Alves de Oliveira Neto

 Teka Nascimento

 Sidnei Piedade

 Ilze Soares

 Yara Nazaré

 Camila Lima Dantas

Luiz Poeta

(Luiz Gilberto de Barros)

Maria Vitória Afonso

 

 

 

 SOU  POEMA
Socorro Lima Dantas


Sou poema  apenas em momentos...
Quando fito a alma
Retrato  a inspiração
Ordeno a  composição
Delineio a aspiração
Obedeço apenas ao coração !

Recife/PE
24/01/2007



SOU POEMA
Yeda Soares Chiviacowsky
 
 
Sou poema em todos os momentos...
Porque sei que sou querida
Ando feliz pela vida
Com tempo para sonhar
E  trago dentro do peito
Um coração sempre a amar!
 
Pelotas/RS
15/08/2008
 


SOU POEMA
Malu Mourão
 
Sou poema a cada momento...
Qua a rima vem  me visitar.
Se é alegria... Ou  tormento...
Começo logo a imaginar:
Vou escrever o meu sentimento
E de poesia vou chamar.

IPU/CE
17/08/2008



Sou Poema
Iza Mota

Sou poema no instante...
Que com o olhar te chamo
Que com o sorriso te encante
Que sem falar te emociono
Que minha luz é vibrante
Que digo que te amo

Recife-PE
20.08.2008


 
AMAR E POETAR
Marcial Salaverry
 
Assim poetando,
poetando e sonhando,
sonhando que amamos,
que amamos quando poetamos,
poetamos que estamos amando,
estamos amando poetar...
 
Marcial Salaverry
 

 
Sou Poema
Deth Haak
“A Poetisa dos Ventos”
 
Sou o Poema,
Quando o sol escurece o Rio
Pra tingir de púrpuro a aurora
De Rosas dormitadas num Lírio,
Quando Poeta triste canta à hora
Em minuetos diversos de brios
Na luz da aura que Deus ancora...
 
Deth Haak
“A Poetisa dos Ventos”
Cônsul Poeta Del Mundo - RN
Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do - RN
Embaixadora Universal da Paz
 

 
Sou Um Poema
Helô Abreu
 

Sou um poema que existe
bonito, correndo em minhas mãos
que voa nas manhãs de primavera.
E só eu o vejo...
Sou um poema bonito que me sorri 
sussurra versos na noite...
Mas só eu o vejo.
Existe uma música bonita que me ecoa nos ouvidos
que se arrasta nas paredes...
nas folhas das árvores...
Apenas eu a ouço.
Existe uma música bonita
que baila nas nervuras da vida...
Mas só eu a ouço.
Existe um poema bonito nos meus olhos
só eu o vejo.
Existe um poema bonito...
mas sempre que o tento passar para o papel
para o partilhar,
para lhe dar asas para voar...
Ele foge de mim...
ele não se deixa capturar...
Existe um poema bonito...
Um poema...
 
21/08/2008
 
 

 
SOU POEMA
Alfredo Mendes
 

Sou poema inacabado.
Sou como letra de fado,
Misto de raiva e ciúme!
Sou fumo sem haver chama.
Sou cavaleiro sem dama…
Eu sou o ai, do queixume!
 
22/08/2008
 
 

 
SOU POEMA
Teresa David
 
Sou poema quando as tuas mãos se transformam
em palavras que afagam o  meu corpo
 
Sou poema quando meu corpo se funde
nas águas espumosas do Mar
 
Sou poema quando os nossos olhos se encontram
e transformam em palavras de sentidos
 
 

Sou um poema
Carlos Assis
 
 
Sou um poema
O fruto das palavras
Minha mãe é a realidade
Meu pai ,a imaginação
 
Nem percebo a imperfeição
Não carrego bem nem mal
Faço parte do jogo da vida
Sorrindo para platéia deste circo
 
Se estou no mar
Viro pirata com tapa olho
Eu corro e brinco sem cansar
Sintam inveja de mim
 
Sou um poema
Canto no chuveiro
Quem quiser ouvir
Que acorde cedo
 
Toda esperança é amarga
Travessia no deserto
Felicidade deixou raiz no coração
A natureza fez assim e assado
 
Não falo mais nada
Outro dia é outro dia
Carrego paz e harmonia
Tenho o sangue da família
 
Sou um poema
O fruto das palavras
Minha mãe , a realidade
Meu pai , a imaginação
 

 
Poeta da Dor
Nilda Dias Tavares
 

Sou poema quando a vida
Tece teias de desgosto
E deixa marcas no rosto
De uma história sofrida.
Sou poema, sim senhor...
Sou o poema da dor!
 
Rio de Janeiro/RJ
 

 
SOU POEMA
Maria da Fonseca
 

Sou poema porque Deus
Assim me quis, me criou.
Vivo a agradecer aos céus
Tudo quanto nos doou.
 
Logo que queira, termino,
E pra Ele voltarei,
Porque é esse meu destino,
Que humilde aceitarei.
 
22.08.08
Lisboa - Portugal
 

 
Sou Poema
Maurélio Machado
 
 
Sou poema, suave brisa de verão
A bailar entre as nuvens do céu
Dos sonhos, amenos  momentos
Versos aos ventos, ao léu...
Cândidos e nobres sentimentos
Coisas guardadas no coração!
- São Bento do Sul – SC –
 

 
SOU POEMA
Zenaide Giovinazzo
 

Sou poema quando seu beijo
pousa sobre minha boca,
invade-a com loucura,
fecunda minha alma
gerando a canção
que nasce do coração!
 
São Paulo-SP
22-08-2008
 

 
SOU POEMA
Lairton Trovão de Andrade
 

Sou poema como a aurora
Que se renova no amor.
Vivo sempre meu agora
Bem feliz por onde eu for.
Levo pelo mundo a fora
A ternura de uma flor!
 
Pinhalão-PR
22/08/08.
 
 

 
SOU POEMA
Tânia Sueli Oliveira
 

Sou como uma flor,
que em cada pétala
exala perfume, amor!
Sou poema ,a Lua ,
que sente, emociona
e sonha ser sua!!!
 
Marília-SP/Brasil
23/08/2008
 

 
SOU POEMA
Naidaterra
 

Minhas mãos são flores,
meu coração o universo
e minha alma viajante
fará moradia eterna
nas esferas dos poetas...
Sou poema...
 
23/08/2008
 

 
SOU POEMA
Marilda de Almeida
 
 
Sou poema
Quando meu coração embala
sonhos e paixões e sob a luz do luar
deixo-me seduzir pelo brilho das estrelas.
 
Sorocaba/SP
24/08/2008
 

 

 

SOU POEMA

Luiza Soares Benício

 

Sou poema como a flor

que desabrocha fagueira

que se inspira no amor

querendo ser verdadeira!

  

Recife/PE

06/09/2008

 

 

Sou Poema !

Ilda Maria Costa Brasil

 

Da janela, no alto do vidro,

próximo à porta de emergência,

observo atenta os Passageiros.

Percebo que poucos me lêem.

De tempo em tempo, um sorriso

nos lábios de um leitor.

Esse quase sempre criança.

Sinto-me feliz e realizado.

Minha emoção é plena, indefinível.

Que incrível realidade!

Um, entre muitos passageiros,

resgatou-me a vida e a significação.

Obrigado, Doce Menina,

da Poesia Inerte à Poesia Viva!

Sinto-me Arte... Música... Vida...

Sou POEMA no ônibus.

 

Porto Alegre/RS

05/09/08

 

 

SOU POESIA...
Tarcísio R. Costa
 
Sou poesia
Na cortina da aurora,
No eclodir do novo dia,

No oposto dos ponteiros

No soar da Ave Maria.
 
Sou Poesia
No voar do passarinho,
Na procura de um calor,
No aconchego do ninho.
 Onde está o seu amor,
 
Sou Poesia
No embalo da ternura
 No jardim, nas suas cores,
No sonho e na realidade,
No aroma das flores.
 
Sou poesia
Quando me encanta um flor
Na ausência que me dá saudade,
Quando me lembro do meu amor,
No segredo dos meus sonhos.
 
Sou poesia
Nas carícias da brisa,
Na cadência dos meus versos
Na tristeza, na dor, na alegria,
Nas minhas contradições,
No ritmo da poesia.
 
Tarcísio Ribeiro Costa

08/09/2008

 

 

Sou poema

Marlene Vieira Aragão

 

 

Sou um poema ao deixar este meu canto

De amor, que me acompanha, ir ao espaço

Cada palmo encher, sem ser espanto!

 

Sou poema...Com rimas me desfaço

Pois, tanto me remoço na alegria

Vinda como escritos aos braços meus...

 

Sou poema de céu  suave harmonia...

 

Nos versos há pedaços sempre meus.

 

 

SOU POEMA

Raquel Caminha

(Lindinha)

 

 

Sou poema de dia e de noite,

quando o vento vem como acoite,

me trazendo a brisa do mar.

Eu só vivo para amar,

e escrevendo o meu poema,

amando eu vou rimando

sem saber qual é o tema.

 

 

 

Será que sou poema?

MRegina MRibeiro

 

 

Acho que não sou poema,

apenas cedo à tentação

de determinado tema,

porque nem sempre tenho a inspiração...

Mas gosto dessa composição

que faz bem ao coração.

Fazer poemas controla minha emoção.

 

 

SPaulo,

23 de setembro de 2008

 

 

SOU POEMA

Marina Bernal

 

 

Sou poema nos teus sonhos

Nos meus poemas te componho

E realizo uma cálida rima

Que será na saudade infinita

Onde em meu coração eu te ponho

Ontem é, hoje será, amanha foi embora

É assim o tempo na saudade, um imenso sonho.

 

São Paulo /Brasil

25/9/2008

 

 

SOU  POEMA...

Madzia Salazar

 

Sou o poema mais brando

procuro amor e o âmago da alma,

Sou poema canção

Sou criança, sou poema coração,

Sou o poema ilusão,

Quero extravasar minha alma,

no  meu poetar alegre, solto, inspirado

Tenho corpo e alma e estampada

no rosto...

Sou poema, não sou desgosto,

Sou poema céu, lua, travessura,

que consome a brandura de um poetar alegre

Sou poema da vida que cria e  recria um poeta fingidor!

 

Santa Maria/RS

28/09/2008

 

 

 

Sou poema

Priscila de Loureiro Coelho

 

Energia pura, vibração

Melodia harmoniosa

Sinfonia, cria da intuição

Delicada com pétala de rosa

 

Rima que entoa a cadência

Ritmo constante e afinado

Alma que revela a transparência

do sentir, que vai sendo refinado

 

Sou poema que deseja declamar-se

Em sarau que reúne a humanidade

Poesia tímida ainda a formar-se

Talhada no amor e amizade...

 

28/09/2008

 

 

SOU POEMA
José Ernesto Ferraresso
 
 
Quando tento divagar,
nos pensamentos sem fim.
Quando as palavras se encaixam,
e a emoção renasce em mim.
Quando consigo ver o etéreo,
pensar, sentir  e meditar.
Enquanto minhas emoções
começam a navegar.
 
Serra Negra
02/10/08
 

 
Sou poeta de mundos inteiros
Maria Thereza Neves

Não sou metade
sou poeta de mundos inteiros
erguendo taças de ilusões, vaidades
hóspede de Narciso à beira do lago
refletindo ,embriagada
olhos abertos aos sonhos
me reconheço pouco humana
sou anjo, sou demônio
consumida por idéias tiranas
lira de todas as tristezas
a escorrer sempre inteira.

Brasil-14/02/07
 
 

 
SOU POEMA
Cássia Vicente

 
Sou uma apaixonada incorrigível
durmo soletrando poemas de saudades
sonho poeticamente com meu amor
acordo declamando bom dia ao dia
desejando poetar meus sonhos
...sou poema em forma de mulher...
 
21/10/2008
 
 
 
Sou Poema !
Brasilino Alves de Oliveira Neto

 
Sou poema e falo de tudo
que meu coração manda falar
e embora ele não tenha estudo
de amor e encantos sabe versejar
deles fala com propriedade
pois em tudo mostra o que é amar
eis que do início à eternidade
é a única forma de feliz estar
pois amor é cumplicidade
de corpo e alma inteiro se entregar.
 
21/10/2008
 

 
Sou poema
Teka Nascimento

 

Sou o sonho sanhado
Sou a ilusão declamada
Sou um mundo encantado
Sou poema...Sou amada.
 
21/10/2008
 
 

 
SOU POEMA
Sidnei Piedade

 
Sou poema que ri e chora...
Em cada verso sou estrela em constelação...
Sou luz dos seus olhos, paz e mansidão...
Sou poema, sentimento, amor e emoção...
Sou inspiração dos poetas rumando em seu coração,
como o toque de uma canção.
 
 
 
SOU POEMA
Ilze Soares

 
Sou Poema todo dia,
não só nos versos da poesia,
mas também no raio de luar,
no brilho do olhar,
no sorriso a me encantar,
na eternidade do meu amar...
 
25/10/2008

 
 
 
SOU POEMA
Yara Nazaré

Sou poema quando sonho
E em cada momento vivido
Sou poema na alegria intensa
E em tudo que realizo!
 
25/10/2008

 
 
 
SOU POEMA
Camila Lima Dantas
 

Sou poema, porque olho para o céu,
vejo as estrelas... a lua...
vem a inspiração, 
vou escrevendo com a emoção.
 
Recife/PE
25/10/20087

 
 
 
POEMANSIARTE
Luiz Poeta
Luiz Gilberto de Barros

 
Às 13 h e 55 min do dia 26 de outubro de 2008 do Rio de Janeiro
especialmente para o " Elo com Amigos ", de Socorro Lima Dantas
 
É nessa teia de palavras que os poemas,
Driblando a vida tão repleta de dilemas
Se entrelaçam, construindo a poesia...
É nesse ato sedutor que escreve a vida,
Cada poeta traça a meta colorida
Onde a doída solidão se fantasia.
 


Sou Poema
Maria Vitória Afonso

 
Ao jovem morto na guerra
Do mesmo sangue...
Meu estro ficou exangue
É velha a minha tristeza
Que arde na minha saudade
E escondo  com subtileza
No poema que sou
E te dedico.

 

 

 

 

 

 

 


Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos  -  Socorro Lima Dantas
Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007  - Última atualização: 12.11.2012
Webdesigner: Sonia Orsiolli