ASSIM É O POETA...

Socorro Lima Dantas

 



Mesmo com o coração em lágrimas,
o poeta vai escrevendo
para aquecer a sua dor,
relembrar os bons momentos,
arrancando-lhe do âmago os tormentos.

Ah, a alma do poeta !
tropeça, levanta, chora, lamenta,
recolhe os pedaços partidos
que a vida lhe espalhou...
Junta tudo de novo,
na esperança de reencontrar
a felicidade, que um dia lhe escapou.

Ainda que em oculto padecer,
em sua solidão peculiar,
o poeta retira do peito
os espinhos ali encravados,
e com as gotas do sangue jorrado,
escreve a sua poesia de amor !



 

POESIA & POETAS
Tânia Sueli Oliveira
 

 

Sentimentos diversos fluem
do coraçãozinho dos poetas
e desabafam em seus versos
a dor da saudade, partidas ,
carinhos, esperanças, sonhos
e alegria de um amor vivido.

Sonham, choram, sorriem...
"vivem no mundo da Lua"
e acreditam no amor eterno
que chegará e tomará conta,
será como sentir uma música
e sairão dançando pela vida !

Poetas, poetisas e suas poesias
serão sempre sensibilidade linda,
com alma maravilhosa e coração,
seguirão com suas palavras,versos,
rimados ou não, alegres ou tristes...
falando de saudade, sonhos, amor !
 




SER POETA
Luiza Benício


É ter no coração o dom de amar
É transmitir este amor no seu viver!
Saber sentir para escrever em versos
A dor de alguém ou a sua própria dor

É conciliar com palavras de carinho
Um turbilhão que se insurja de repente
Entre dois lados que ensurdecem de repente
E ameaçam a paz no coração!

É dar exemplo de carinho e proteção
Sem arrogância que leve a desunir
Mas que convença as partes inflamadas
Pensar melhor no seu modo de agir!

É ver um errado e sugerir um certo
Sem todavia impor seu desagravo
É dar exemplo daquilo que carece
De ser revisto para o bem da humanidade!

 



POETA
(Ilka Bosse)

 

Assim é o poeta...

Poeta em tudo encontra beleza
Poetando, deleita-se na natureza
Onde o rio mansinho segue seu leito
Ao pé da verde mata
Murmurando a canção dos deuses
Enquanto a branca lua no lago rebrilha
Fazendo seu espetáculo, cor de prata.

Poeta na luz da escuridão
Traz o horizonte junto ao coração
A cada som emitido, a cada ruído
Põe-se a compor...
Lembra até o esquecido.

Poeta sente a carícia gostosa da brisa
Que de leve seu corpo toca e desliza
Orquestrando seu poema em canção
Declamando...
Suas poesias com comoção.

Poeta sente em tudo o toque da magia
Alerta está, aos galhos da verde erva
A folha levada pelo vento, observa
O orvalho...
Tocando suave a relva macia
Inala a fragrância do alecrim
Quem sabe, do jasmim
Ou rosas com ou sem espinho
Observa com carinho
Até a ave remexer em seu ninho.

Poeta vê tudo diferente
Escreve poemas soltos livremente
Quando cai a tarde
Brinca com o sol poente
Entra pela noite alegremente
Vendo o amanhecer...
Lindo simplesmente!
Agradece ao ver o dia novamente
Vive o que externa...
Sempre contente.

Autora: Ilka Bosse
Bailarina das Letras
Do Livro: O BAILAR ENTRE LETRAS
Registrado Biblioteca Nacional
 

 

SER POETA
Neida Rocha



Ser poeta,
é transferir
para o papel,
o que vai
em minha mente.
E traduzir
em palavras,
os meus sentimentos,
não importando
se são
reais ou irreais.
O que importa
é que
alguém
leia
minha alma.
Para ser poeta,
o que importa
é sentir.
 

 

Poesia & poeta
Candy Saad


A poesia é um sonho
que sustenta nossa alma...
Sai do fundo do coração
de quem ama.
O poeta cria um mundo á parte,
onde expressa
seus sonhos de amor,
de dor,de alegria e outros mais.
O poeta entra no imaginário,
procura dar sentido a vida,
ajudar a elevar as pessoas
e suas reações.
Na problemática do ser humano,
poesia é amor!
Ela pulsa dentro do coração do poeta,
Que a coloca no papel
com rimas ou sem rimas...
A luz dessa utopia!

 

 

 ASSIM É O POETA...

Zeca Feliz Avelar
 


Assim é o Poeta noite e dia
que de sangue escreve sua Poesia
que na mesma fala sempre do Amor,
não raro descrevendo a própria dor
E cada Poesia que dele nascitura
permanece imaculada sempre pura
e viajando na Poética imaginação sua
consegue ajuntar até o Sol e a Lua !

 

 

Assim é o poeta
Lúcio Reis



Pode até ser pateta
Em outro momento palhaço
Mesmo cansado será atleta
Quem duvidar, pode pesquisar
Saberá ele tem músculos de aço
Sabe do sentimento amar
Ah! No momento de folga
Viaja como astronauta
Em jardinagem é magnata
Cultiva as mais raras flores
Com elas compõe buquês especiais
À ofertar para seus amores:
A vida, o romantismo, a liberdade
Envoltos em nuvens azuis
Às datas diferenciadas, de festas
Em outras ocasiões
Envoltos em nuvens brancas
Selando a paz e suas paixões
Mas cria trovoadas e firmamento escuro
Ao falar de traição de comportamento
Ao perceber do punhal o sangrento furo
Mesmo às lágrimas vertendo
Reencontra o caminho
E com plumas de veludo
Segue cantando ou batendo,
Inclusive palmas
A vida, a amizade, a união e ao carinho
Pois assim como é adulto
Também é apenas um menino.

Belém do Pará
20/03/12


 

 

A POESIA E O POETA
Ilda Maria Costa Brasil

 

 


Despida de total vaidade,
permito que o Lirismo
e a Poesia aflorem
em meus pensamentos
e circulem por minhas veias,
apossando-se de meu ser.
A Poesia ignora idade
e classes sociais e,
por ser livre,
não medi distâncias,
percorrendo diferentes caminhos,
a fim de levar a outros
emoções, sentimentos
e vivências.
Em suas andanças, aprecia o belo
e reúne alimentos
para fortalecer Aquele
que lhe dá Vida
e lhe permite alcançar
a distantes horizontes,
o seu criador, o Poeta.

A Poesia é o Poeta !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007 - Fragmentos dos Meus Sonhos - Socorro Lima Dantas

Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007