*

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

Socorro Lima Dantas

 

 

 

 


Ah, criança travessa eu fui !
Levada, curiosa, destemida,
Cheia de sonhos e ilusões.
Eu só queria brincar
Curtir o meu jardim
E correr atrás das borboletas !
Eu tinha um fascínio por elas,
Ia ao jardim da minha casa
Para observar o vôo de cada uma
e admirar aquelas asas coloridas.
Parecia que estavam bailando
A valsa dos anjos,
e queriam comigo aquele balé partilhar.
Nós sempre marcamos um encontro:
Eu e as borboletas,

 estávamos juntas às 4 horas da tarde !
Quando eu chegava procurando por elas,
Saia uma por uma das folhagens das árvores
E começavam a me rodopiar.

E eu, a admirá-las.
Como eram lindos aqueles momentos !
Eu, criança travessa
Conseguia a minha alma acalmar
Apenas com o deslumbramento das
Borboletas a voar... E voar...


 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos   -  Socorro Lima Dantas

Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007