Socorro Lima Dantas
 
 


 

Assim é a minha alma
Sonha, busca o que imagina,
Rapidamente cria a composição,
Depois, interrompe a inspiração.
Quando a alma está inquieta,
torna-se confusa, fica perdida, delirante
chora em excesso e sorri em suavidade,
sai vagando, sem destino,
de repente, volta à elaboração
para falar do presente,

de um passado terno,
do amanhã imprevisível,
anseia juntar os pedaços da vida fragmentados,
desiste, volta,

tenta dissipar a saudade de outrora,
o pensamento disperso:

vai e volta sem destino !
Sente, pressente, escreve, apaga,
junta as partes e cria tudo de novo !
A minha alma é poesia...
Assim é a minha alma !
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  13.03.2011