Socorro Lima Dantas
 
 
 

Eu e você...

Como passamos momentos de infinito entrelaço,

nas noites em que juramos o amor !

Ignoramos a lua e as estrelas,

únicas testemunhas de nosso laço.

 

 

 Eu e você...

Fechávamos os olhos,

 fitávamos apenas nós dois:

Eu e você... e mais ninguém.

 

 

 Eu e você...

Como eram infindáveis as nossas noites!

juntinhos, abraçados ... 

o tempo parava !...

o relógio deixava de marcar as horas,

 os minutos... os segundos...

                       

 

Eu e você...

Naquele crepúsculo, despedimo-nos

como dois apaixonados !

enlaçamo-nos...

acariciamos os nossos rostos,

 beijamos um ao outro, com ardor !

 

 

Eu e você...

Juntos, fizemos juras de um amor infinito !

Prometeste a mim amor perene,

 prometi a ti o meu coração infindo.

 

  

Eu e você...

Onde estás  meu amor?

Procurei por ti...

pelo perfume de teus lábios,

 pelas flores que me oferecias,

e não te encontrei !...

Ah, como procurei!

 

 

Volta amor,

vem fazer o meu coração pulsar mais forte !

Vem devolver os meus sonhos

perdidos em teus braços...

às minhas lembranças aquecidas !

 

 

Volta amor,

vem reconstruir aqueles momentos...

 que foram só nossos !

Vem terminar as nossas juras de amor:

de felicidade...

de paixão ardente !

Foram tantas...

Assim meu amor,

eu não serei apenas eu,

tu não serás somente tu.

Seremos eternamente: EU E VOCÊ !

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  31.10.2010

Webdesigner:  Sonia Orsiolli