Socorro Lima Dantas

 

 

 

Há dentro de mim

uma força estranha,

uma vontade misteriosa

de te encontrar,

entregar de vez, o meu coração,

guardado para depois...

De repente, sem explicação,

refreada pela saudade, adio esta decisão, 

eu preciso desvendar este enigma que me cerca !

Talvez, esta pausa seja necessária,

para evitar uma esperança inútil !

Eu não quero machucar mais uma vez o coração

já sofrido, ferido, dolorido,

devastado pela ilusão...

Mas esta força, encorajada pela teimosia,

aborda o coração mais uma vez !...

Pergunto-me:

por que tantas dúvidas e incertezas,

 o que o meu coração, neste momento deseja ?

Movida por este forte sentimento,

que envolve o peito a todo o momento,

julgo estar vivendo uma insensatez,

um conflito esquisito que abrange a alma,

este impulso que ordena falar deste amor,

e ao mesmo tempo manda parar...

Não sei se devo seguir alimentando esta afeição,

este elo emocional que me prende a ti,

tento dissolver este anseio,

resolvo te esconder esta intimidade,

Não... eu não irei repartir os pedaços

deste sentimento que se tornou inevitável,

desta força estranha que se apoderou do coração,

Eu preciso te esquecer !

Este sentimento, só meu, eu irei de ti esconder,

nada falarei. Guardarei para mim,

O sonho... ah ! o sonho, eu o desfarei,

este amor que sinto por ti, eu não mais exaltarei,

e longe de ti eu ficarei.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007, Socorro Lima Dantas - Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  Última atualização:  05.11.2010

Webdesigner:  Sonia Orsiolli