v


 

 

 

Socorro Lima Dantas
 
 



Não sei há quanto tempo
perambulas nas minhas noites insones !
 

Eu sei que estás aqui, ao meu lado,
pertinho de mim, mas eu não te vejo !
Eu sinto o teu bálsamo inconfundível
quando vagas ao meu redor.
 

Inexplicavelmente,
eu não desejo que mudes de direção
Eu preciso deste sonho,
desta tua presença constante,
para não pensar no impossível,
pois sei que meu, tu nunca serás,
até uma nova era acontecer : nós dois.
 

Tu és verdadeiro, presente,
terno e caliente em tuas andanças...
quando circundas perto de mim, em silêncio,
apenas o teu aroma a te denunciar !
Afinal, por que nem em meus sonhos,
tu não sais do meu pensamento !


Impossível decifrar este meu querer,
Eu não desejo deste sonho acordar
eu prefiro vislumbrar esta forte paixão.
Sonhar, imaginar e sentir tua presença,
do que deixar você ao menos
dos meus sonhos escapar.


Prefiro sofrer em sonhos,
e no alvorecer, permanecer em ti pensando,
imaginando em teus braços estar,
pelas estrelas, ao teu lado caminhar
ver a lua enternecer esta ilusão
e neste sonho, em teus braços permanecer,
do que nunca ter realizado este sonho impossível.


Eu te amo em manso segredo,
porque tu és o refúgio dos meus medos,
das minhas dores, das minhas desilusões,
que eu, somente eu, gosto de sentir,
 mesmo não decifrando o teu querer.
 

Quero que saibas... Hoje,
eu vivo solitária, agarrada a este sonho
alimentando a esperança de que um dia...
vivenciarei todas essas lembranças !

 


 

 

 

 

 

 

 

 

Copyright © 2007

Fragmentos dos Meus Sonhos -  Socorro Lima Dantas

 Todos os direitos reservados.
Publicado: 13.01.2007  -  Última atualização:  10.02.2014